Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Em nome do amor

É em nome do amor, e talvez por amor. É com nome próprio e de alma própria. É o lugar onde as palavras são mais do que elas. São simplesmente aquilo que quero que sejam, amor.

Em nome do amor

É em nome do amor, e talvez por amor. É com nome próprio e de alma própria. É o lugar onde as palavras são mais do que elas. São simplesmente aquilo que quero que sejam, amor.

É como veneno da maçã vermelha

Tenho uma coisa muito importante para fazer: absolutamente nada. Preciso de gozar de mim. Ser quem sou. Preciso de me dar ao luxo de subtilmente escorregar entre o sofá e a cama, e disfrutar do zapping. Hoje não quero lavar os dentes, não quero tirar o pijama, não quero arrumar a casa. Quero um dia para mim. Fazer o que me dá na realgana. Sem hora. Sem motivo. Não ter tempo, adormece-nos. É como o veneno da maçã vermelha. E o príncipe pode nunca chegar para nos salvar, do envenenamento da agenda. O cheio de uma vida preenchida deixa-nos presos ao vazio de tanta ocupação.

tumblr_lh4fj8iTmN1qerdsxo1_400.jpg

 

2 comentários

Comentar post