Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Em nome do amor

É em nome do amor, e talvez por amor. É com nome próprio e de alma própria. É o lugar onde as palavras são mais do que elas. São simplesmente aquilo que quero que sejam, amor.

Em nome do amor

É em nome do amor, e talvez por amor. É com nome próprio e de alma própria. É o lugar onde as palavras são mais do que elas. São simplesmente aquilo que quero que sejam, amor.

Ela ou ele?

Ele tem um inexplicável amor por ela. Vai pensando, sentindo. Entretendo o seu domingo, tendo-a guardada, pouco na cabeça e muito no coração. E ela não lhe dá nada. Vive sem ele. Ri sem ele. Brinca sem ele. E ainda a ama, depois de tudo. Realmente o coração é como cancro. De cura improvável e morte iminente. Repara só, mesmo que ele anastesie, o cancro, nunca morre e pede vigia constante. Ele que se cuide porque ela só vais perceber quando ele a deixar de amar. E aí vai doer muito mais. Não sei quem precisa de mais atenção: ela ou ele?

tumblr_static_mar.jpg

 

2 comentários

Comentar post