Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Em nome do amor

É em nome do amor, e talvez por amor. É com nome próprio e de alma própria. É o lugar onde as palavras são mais do que elas. São simplesmente aquilo que quero que sejam, amor.

Em nome do amor

É em nome do amor, e talvez por amor. É com nome próprio e de alma própria. É o lugar onde as palavras são mais do que elas. São simplesmente aquilo que quero que sejam, amor.

Queria saber ler-te

Ler não faz sono, faz sonhos. Hoje queria ler-te. Saber aquilo que pensas. Saber como me gostas e despir os teus medos (...) hoje apetecia-me ler-te, conhecer-me pelos teus olhos. Entender porque gostas de mim. E porque sou sempre eu a escrever, hoje apetecia-me que fosses tu. Que me dirias?"

large-1.jpg