Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Em nome do amor

É em nome do amor, e talvez por amor. É com nome próprio e de alma própria. É o lugar onde as palavras são mais do que elas. São simplesmente aquilo que quero que sejam, amor.

Em nome do amor

É em nome do amor, e talvez por amor. É com nome próprio e de alma própria. É o lugar onde as palavras são mais do que elas. São simplesmente aquilo que quero que sejam, amor.

És soberbo

Quis escrever-te. Quis definir-te. Dar o meu melhor a jogar as palavras no papel. E depois percebi que por mais fonéticas que borre no caderno, as palavras nunca estarão à tua altura. És soberbo. És presente. És agora. És tudo. E seria patético tentar escrever-te em meia dúzia de sílabas. Nenhuma enumeração, por mais longa que fosse, te explicaria. Não há perfeição, maior que a nossa. De cada vez que me lembro, aquilo que nunca esqueço, estás aqui, ainda e sempre. Não é que seja infinito, simplesmente não acaba. Desculpa cansei de te escrever, sinto e sinto muito.

FB_IMG_1463221960430.jpg

 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.